7.2.06

Carnaval da Bahia

Desafio: Faço aqui um pedido para os leitores deste Blog que são de outros estados e de outros países alcançados pela Globo Internacional: Que tipo de reportagens do Carnaval da Bahia vocês gostariam de ver? Além da cobertura tradicional, mostrada todos os dias com blocos e trios, há algum tipo de interesse específico que acham que ainda não mostramos em forma de reportagem? O pedido vale também para quem mora na Bahia e gostaria de ver reportagens diferentes e gostaria de dar opinião. Vou aguardar sugestões. Obrigado.

22 comentários:

paper life disse...

Estive uma vez numa escola de samba, fora de época de Carnaval, as meninas belíssimas que dançavam em boites para turistas, chegavam ainda vetidas para agradar e dançavam a sério o samba, como alunas.

Isso eu gostaria de rever.

:)

Ciao.

Malou disse...

hi
Blog interessante descoberto através do 's.p.n.i.'. Quanto à sugestão que tal 'Expressões' como manifestações de sentimentos e maneiras de estar na vida.
Nada como expressões (faciais ou corporais) para reflectir o que nos vai no coração.

Giacomo disse...

Malou,
O que quer dizer SPNI???
E de onde é você?
Obrigado.

adalBErTO disse...

Giácomo,

Eu gostaria de ver o "anti-carnaval" em Salvador. Ou seja, aquelas pessoas que não se rendem aos festejos, seja em trios, seja em blocos de rua, enfim, o que têm como alternativa ao carnaval ? Não vale fora de Salvador :-)

Abração

Adalberto

P.S.: Devo postar sobre Roberto Mendes e Edil Pacheco no Louco por Vinil, esses dias :-)

Malou disse...

oops
Perdoe-me a economia de palavras mas 's.p.n.i.' refere-se ao interessante blog português 'sem pénis nem inveja’ de que sou visitante assídua.
Cidadã do mundo

Giacomo disse...

Malou,
Agora, sim.
Obrigado.
Já tem um link prele na minha casa tbém!
Abs./

cristina disse...

Os bastidores do carnaval!

As horas e horas de preparação comjunta em registo fotográfico...


Descobri este blogue através da AS ( O Código de Santiago), e gostei!

Voltarei!

:)

cristina disse...

Obrigada, pelo Link!

:)

Eliana de Morais disse...

Oi Giácomo, é CLARO que tenho sugestões, baseada em coberturas passadas e não só pela Globo. Cobertura de carnaval, show de rock e de música em geral pela TV nunca será excelente mas pode melhorar um pouquinho.
1) Não levar tão a sério. Falta ironia principalmente nas entrevistas e quando o entrevistado é um bobão, o repórter fica no mesmo patamar de bobagem, levando aquilo tudo a sério;
2) Ficar tão bêbados quanto os entrevistados. Seria bem interessante de ver;
3) Quem for entrevistar Xuxa ter o salário aumentado em cinco vezes, uma taxa de insalubridade. Aliás, vocês deveriam fazer essa reivindicação: cada vez que for entrevistar uma pessoa que tem o vocabulário reduzido, que não diz coisa com coisa e o que diz não interessa para nada, deveriam ter um aumento de salário.Terão o meu humilde apoio. Só no carnaval, vocês iriam ficar milionários;
4) Colocar no ar a coisa mais legal do atual carnaval de Salvador: A mudança do Garcia!
Beijos.
Eliana

a mão que embala o blog disse...

oi! vim cá parar pela pesquia de blogs sobre cultura afro-brasileira e gostei do seu blog. parabéns.

Luana disse...

Pô, beleza.
Mas daria pra, na próxima vez, só por acaso, você comentar o post?

Vinicius Factum disse...

Giácomo,

Meta alcançada! Obrigado pela visita! Abraços,

Vinícius Factum

Tássia N. disse...

Queria ver o carnaval de Salvador em números. Uma matéria de curiosidade.
Quantos litros de cerveja se consome durante os seis dias de folia? Quantas lâmpadas iluminam o circuito? QUantos pregos, placas de madeira, barras de ferro pra erguer as arquibancadas e camarotes? Quantos metros de corda separam os blocos e a pipoca?
E o que dá pra fazer com tudo isso?
A idéia é traduzir a festa em números, daí as comparações pra gente [telespectador] ter noção da dimensão da festa.

Fora isso: feliz aniversário! Vi no orkut... desejo prosperidade! Bjs//

kamikaze_girl disse...

Oi Giácomo! Gostei muito do seu Blog! E gostaria de dar sugestão sim. Poderia ser feita uma reportagem com outras "alternativas" pra quem não curte axé, pagode, samba, etc... Poderia focar o "palco do rock" que vai acontecer em piatã, e outros eventos "fora" do carnaval.

Giacomo disse...

Estou gostando das dicas que todos estão deixando aqui.
Vou fazer um mix de tudo para ver como emplacar todas as sugestões.
Aguardo novas idéias.
Obrigado.

Vinicius Factum disse...

Penso o carnaval da Bahia como uma oportunidade de resgate do que era bom e se tornou o que está aí. Algo ser personalidade e excessivamente industrializada.
Mas mesmo assim ainda existem aqueles que fazem o carnaval dos bastidores, dos camarins... Sempre quis ouvir e saber o que ver e pensa o motorista do trio, por exemplo. E os filhos do carnaval? Quantos hoje estão com trinta e quarenta anos como fruto de um encontro na folia!? É por aí...

Abs,

DO amigo Vinícius Factum

Cris Zimermann disse...

Giácomo, mostra o verdadeiro 'samba' do brasileiro, aquele que eu, vc, a galera sabe dançar melhor do que nenhum outro povo. O samba de raíz, do dia-a-dia, das lutas, das vitórias, das conquistas, das 'pingas e dos tombos'. Enfim, de tudo e todos que colaboram para a festa ficar ainda mais bonita, o ano todo.

Ah, e você vai comigo para os links favoritos do Business Opportunities Brasil. Quem sabe você não quer um pouco da sua história contada na coluna 'A Gente Samba', ela está apenas começando...

Regards!

Margarida V disse...

nós temos optima cobertura através do gnt, vemos tudo. :)

Nadja de Castro disse...

Fiz um pedido no teu orkut!!!

Nadja de Castro disse...

Em que implicaria fazer um documentário sobre o carnaval baiano? Tem muita coisa para falar sobre ele, até mesmo fatos inusitados como os fanáticos religiosos distribuíndo folhetos para as pessoas no meio da festa!!!

Nadja de Castro disse...

Olá Giácomo,
Vc fez um chamado para o q gostaríamos de ver na globo internacional... pensei em tantas coisas que vc nem imagina... rsrsrs Além do significado pictórico da celebração a renovação que é a coroação de um novo rei, eu acho que seria muito interessante ver o desenvolvimento da indústria do carnaval, do mercado informal, a luta da política baiana contra o turísmo sexual e o verdadeiro sentido comum do carnaval(seria muito interessante). Só nós sabemos que carnaval não é somente a festa em si, e sim o resultado de um planejamento de um ano inteiro em busca de momentos felizes atrás dos deuses do carnaval baiano! Creio que mais que uma repostagem vc deveria amadurecer a idéia um ducumentário sobre a evolução, significado e benefícios desta festa. Pq assim, naum somente quem tem a Globo internecional tem direito a ver o teu trabalho! E pode ter a certeza de que muita gente se interessa por este fenômeno social que é o Carnaval da Bahia.
Sucesso.
P.S. Acho que me emocionei, né? rsrsrs Outro dia disse a minha amiga que estava de "Banzo" pelo carnaval pq naum vou passar aí esse ano... Será que isso é possível?

Nadja de Castro disse...

Sabe que qd eu explico meu viver o carnaval baiano os espanhóis que me perguntam, eles ficam muito impressionados? Creio que falta esse registro que eu explico... as várias contribuições culturais, o sincretismo, as músicas, o calor humano do carnaval... outro dia estava pensando na concentração de gente dessa festa pagã e os índices de violência que existe(naum sou taum utópica a ponto de crer no zero alardeado pela mídia) e naquele encontro religioso em Meca e na quantidade de mortos que houve!!! E qto mais faço analógi ade uma coisa e de outra, mais tenho certeza que o espírito que o baiano vai para o carnaval é de Paz!!!