8.5.06

Lula Chaves

Não gosto muito de falar em política aqui neste blog. Até porque não gosto que ele fique cheirando mal. Mas não há como ficar imune ao abraço de urso que o Hugo Chaves deu em Lula. O operário que tinha tudo para ser um grande presidente, um líder do continente sul americano (e que queria desesperadamente ser o principal ponto cardeal da América Latina!) de repente, levou um a zero do Hugo Chaves. Junto com o fantoche(o adjetivo é da Revista Veja e eu gostei muito!) Evo Morales, Chaves ajudou a nacionalizar as reservas de gás e petróleo da Bolívia, mandou aumentar o preço do gás para o único real comprador da América do Sul(o Brasil), foi para a reunião no Paraguai como principal assessor de Morales (a Venezuela não tinha nada a ver com a reunião, porque não vende gás e nem petróleo ao Brasil ou a Argentina) e ainda instruiu o governo boliviano a desapropriar terras de brasileiros que investiram na agricultura lá na Bolívia. E pensar que Lula tem uma grande, uma imensa chance de ser reeleito. Mas ainda resta uma saída para Lula: ser um grande líder na ... África. Não é lá que ele acredita estarem os grandes parceiros econômicos do Brasil? Meu Deus do céu...

2 comentários:

Ricardo Rayol disse...

Post perfeito. Lula tem posado de líder mundial desde que assumiu. E não consegue sequer enquadrar uns paisecos como a Venezuela e a Bolóvia (erro de grafia proposital). E não está 1 x 0 para o Cháves. Pra mim tá goleada daquelas de deixar cristão escornado (no mínimo uns 8 x 0)

Eliana de Morais disse...

Giácomo, análise perfeita. Não há nada a acrescentar ao que você escreveu. Só obrigada. Beijos.