17.3.06

Café

Para os momentos de tensão, para os momentos de relaxamento. Adoro café expresso. Aliás, o que eu queria mesmo é que conseguissem fazer alguma comida ou um doce que conservasse no sabor, o aroma do café recém-passado. Para os que gostam, deixei lá no Toque Blanche, uma receitinha caseira e gostosa de Capuccino. E, para não perder o embalo, há uma música (bastante antiga, é verdade) do Piero, um cantor e compositor argentino que fez um certo sucesso no Brasil com a música Mi Viejo lá pelos anos 70 - a maioria de vocês nem sequer tinha nascido! Tomamos un Café (Piero/José Tcherkaski) Tomamos un café, después otro café y tuve que esperar para volverte a ver; Nos vino la angustia sin saber por qué. Vivo una duda hoy, o es quizá, tal vez, imaginación será, eso puede ser. Muy largos los silencios sin una explicación; a veces conversamos sobre nosotros dos pero lentamente hablamos del amor. Vivo una duda hoy, o es quizá, tal vez imaginación será, eso puede ser. Por qué nosotros hoy peleamos el amor? Costumbre de querer muy solos, somos dos. Tomamos un café, después otro café y ahora no recurdo historias y al pasar me pregunto en tus ojos sobre el amor y el mar. Vivo una duda hoy, o es quizá, tal vez imaginación será, eso puede ser. Por qué nosotros hoy peleamos em el amor? Costumbre de querer muy solos, somos dos. Piero

15 comentários:

Vinicius Factum disse...

Meu caro amigo, na época eu era menino, mas tenho na memória alguns lances, principalmente qual ouço as músicas.
Olha, se eu fosse fumante, seria o maior consumidor de café. Agora, prefiro com leite... Um Maquiato (não sei se é assim q se escreve). Um bom café a gente conhece pelo aroma e pela cor na xícara.
Atualmente tenho experimentado o descafeinado, é bom tb.
Quanto a lugares, acho que o Grão do Iguatemi é o melhor, juntamente com o Café do Luca. Não esquecendo de que uma "média" num armazem com um pã com manteiga tem seu lugar.

Um abraço,

Vinicius S Factum

Giacomo disse...

Em agradecimento pela sua visita, troquei uma das fotos dos cafés pelo machiatto.
também não fumo. Mas gosto especialmente de café. Com pão quentinho e manteiga derretendo, melhor ainda.
Gosto muito do Lucca do Iguatemi também.
Abs.//

Daniela Mann disse...

Já temos algo em comum! Eu sou louca por um cafézinho!
Não conhecia este seu espaço, aliás cheguei aqui através de um outro blog e sinceramente fiquei fascinada com a forma fluída como que escreve! De uma levez e transparência que não cansa! Muito bom, parabéns!

Mauro Castro disse...

Há algum com teu e-mail? Não estou conseguindo falar contigo por ele?!?
Há braços!!

Mauro Castro disse...

Há algum "problema". desculpe.

Anne disse...

Oi, nunca mais passei por aqui!
Acho que são poucas as pessoas que não gostam de Café, eu sou uma delas. Acho o aroma muito gostoso do café torrado (recém-passado). Às vezes admiro aquelas que saboreiam o Café, ao mesmo tempo fico me perguntando como conseguem tomar quase toda hora. E por não gostar de café, não consigo experimentar nada com o seu sabor.

Bjs ... acho que um dia eu conseguirei experimentar, nem que seja um doce!

aline matos disse...

Nossa! Um cafezinho tem seu lugar! Alias, tudo que leva cafe ganha um sabor todo proprio. Adoro especialmente o cafe da 'vea Losinha', minha avo paterna, que moe os graos em casa (ainda!!), mas, com o atual verao de Salvador, estou dando preferencia ao milk shake de cafe do rei do Mate. Eita delicia!!

Vinicius Factum disse...

Uma passagem rápida para te desejar um bom final de semnana!

Abs,

Vinicius S Factum
PS. Valeu pelo machiatto. Quem sabe, qualquer hora dessas não nos encontramos por lá?!

objectiva3 disse...

Também gosto imenso de café expresso!!!


Aqui em Portugal existem uns rebuçados de café óptimos...

:)

Daniela Mann disse...

Giacomo, só agora reparei que é repórter de TV. Assim sendo, gostaria que fosse ao meu bog, porque o meu post de ontem foi dedicado aos reporters que tentam a todo o custo conseguir uma entrevista de rua bem sucedida!!!
eh eh eh eh
Espero que nunca tenha tenha encontrado um entrevistado como os que descrevo! Aqui em Portugal, são de chorar a rir, principalmente quando o pessoal está exaltado e entre gritos e gestos porcura palavras caras, ah ah ah, mas coloca-as na frase de uma maneira completamnte absurda!
o artigo chama-se: Eu seduzo que sim!"
Conto com a sua opinião para saber se a minha caricatura está conformidade com a realidade!
Um abraço,
Daniela Mann

Walter Carrilho disse...

Ser viciado em capuccino é pecado? Se for eu tô lascado. Tomo cada vez mais e ainda fico buscando novos lugares e novas receitas.

Seguindo a lógica, se é bom só pode ser proibido...

abs

Eliana de Morais disse...

Assim como a Anne, também não gosto de café, adoro o aroma e não como nada com café. Mas é uma pena. Adoraria gostar. Tentei uma única vez, em Buenos Aires. Tomei metade de uma xícara de expresso e passei a noite com taquicardia, no hotel, apavorada.
Freqüento cafeterias com os amigos e acho muito divertido.

Eliana de Morais disse...

E por falar em café, quem viu o filme Sobre café e cigarros de Jim Jarmusch? Sensacional! E por falar em cigarros, se não matasse, seria um charme soltar fumaça por aí. Quem lembra da baforada de Anne Bancroff em A primeira noite de um homem? Inesquecível!

Giacomo disse...

Pois...
Adoro café.
Não suporto cigarro.
E fumaça de cigarro só é bonita exatamente como você falou:no cinema.
Já um charuto, as vezes, até que curto. Mas tão assim as vezes que é, no máximo, um a cada seis meses.
E só quando há outros charuteiros junto.
Boa semana para todos!

Café Do Moço disse...

Giacomo, tenho um blog sobre cafés, sou barista, especialista em cafés especiais, entre em contato, seria um prazer enviar uma amostra do meu café.

http://cafedomoco.blogspot.com