6.7.06

Mário Quintana

Amar: Fechei os olhos para não te ver e a minha boca para não dizer... E dos meus olhos fechados desceram lágrimas que não enxuguei, e da minha boca fechada nasceram sussurros e palavras mudas que te dediquei... O amor é quando a gente mora um no outro.

4 comentários:

DO disse...

Lindas e verdadeiras palavras,Giácomo!!
Abraços!

Cris Zimermann disse...

... e se não for assim, é encosto hehehe ;)

bjsss, apareça vez em quando :)

Marilyn disse...

Se Quintana define, assim eu acredito!
;)

Suely Temporal disse...

Quintana é TUDO!!!
Adorei o seu blog. Passa lá no meu e vê se gosta! Beijo.